segunda-feira, maio 31, 2010

Clarice Lispector

"Amanheci em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas está morta e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós, quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não merece..."
domingo, maio 23, 2010

Que pena quando a separaçao é por motivos banais

Ainda bem que tenho amigos dos dois sexos e até do terceiro, assim ouço e consigo enxergar pontos de vista diferentes. Ouvia um amigo que se separou de sua esposa, contar-me os motivos da separação. Conheço bem os dois, e toda vez que sabemos que amigos se separaram, dá até um aperto na gente. Imediatamente não sabemos como proceder, não podemos mais elogiar um para o outro e, Deus me livre e guarde, de apontarmos algum defeito. O melhor mesmo é manter a boca fechada. Bom isso serve para tudo mesmo, quando envolve terceira pessoa. Tudo isso eu disse, para evitar falar o nome do amigo e assim minha amiga, quem sabe, se cair isso em suas mãos e ler, não saber que é deles que me refiro. (a tal da boca fechada). O motivo principal foi esse:
Ele trabalha o dia todo e acaba almoçando fora todos os dias. Como seu cargo é de grande responsabilidade ele precisa ficar até mais tarde muitos dias da semana. Seu cargo por ser de confiança exige que ele viaje muito. Assim hoje ele está aqui e a noite já pode estar dormindo na Argentina, ou em São Paulo, ou em outro estado. Devo dizer a seu favor, que ele é um jovem executivo muito competente. Conheço-o do tempo da faculdade, pois eu estudei muito tarde, ele estava na idade certa.
O casamento dos dois estava tão bonito, embora tenha notado que ela determinava funções para que ele desempenhasse em casa, nas horas de sua folga. Ela parecia não ter tido tempo o dia todo, e ela não havia conseguido emprego na época a que me refiro. Parece que o dia era pequeno para que ela conseguisse deixar o apartamento em ordem e o jantar pronto. Ou uma tarefa estava feita, ou a outra, nunca as duas. Desta forma ele precisava ajuda-la quando chegava a sua casa. Os finais de semana eram inapropriados para visita, pois era dia em que os dois faziam uma faxina geral no minúsculo apartamento.
Presenciei o rosto de desanimo dele, com o passar dos meses. Em questão de um ano, havia desanimo nos dois. Um dia tentei entrar nesse assunto com ela, pois ela é bem mais jovem, e me sinto como se sua mãe fosse. Ela estava amarga e não quis ouvir-me, como se o que eu tentasse lhe mostrar fosse algo de uma velha Amélia. De uma mulher que não sabia quais eram os seus direitos. Que ainda achava que o homem era o provedor e a mulher a domestica. Olha que ela é bem inteligente e como me considero inteligente também, fiz de conta que ela estava certa. Que a mulher tem que colocar mesmo o homem para ajudar, independente de seu cansaço, pois quem vai pensar no dela?
E não sei se fui omissa demais, mas ao perceber que algo tão idiota quanto este, acabou com um amor que começou tão lindo, que os levou ao altar e que eu fui até madrinha.
Aquele que está em casa, e seja o homem ou a mulher, devem fazer como fazem os casais que moram no exterior, devem ser o responsável pela tarefa diária. Enquanto um cuida do monetário o outro cuida da comodidade daquele que voltara para casa. Depois de ficar o dia todo fora, e ter sonhado estirar os pés descalços no sofá. Sem ter que se preocupar, com as tarefas que o aguardam ainda. E veja bem, não importa aqui se é a mulher ou o homem. Quando os dois trabalham fora, daí com certeza é obrigatório, nem precisa falar, basta ter o mínimo de bom senso pra saber que aos dois cabe a limpeza e a harmonia do lar.
E olha que falei tudo isso pra minha tola e teimosa amiga, e ela pensou que eu estava sendo machista e ela era feminista. Ela estava acabando com o amor, sufocando-o em suas convicções burras. E depois que o ouvi e não lhe disse que tinha razão, o faço agora. Quanto a ela, me telefonou e me disse que eu estava certa, quando tentei orientá-la.
Minha pergunta é: - de que adianta estar certa agora?
sexta-feira, maio 21, 2010

Um dia qualquer

Quero apertar em uma gaveta nova, todo o passado. E a gaveta precisa ser nova, para que agüente toda a bagagem que meterei nela. Depois quero trancá-la com fechaduras reforçadas, a melhor da praça, que não enferruje e que não ceda se forçada. Precisa ser imune a ferrugem, pois pretendo jogá-la no oceano mais profundo. O oceano que me desculpe, por jogar mais tranqueira nele. Esqueci-me de dizer que a gaveta vai ficar encerrada dentro da caixa de metal, que estou confeccionando. Portanto mais material para que o mar retenha. Espero com isso, livrar-me para sempre, de todas as lembranças desagradáveis.
Para as boas recordações montei caixa especial, e ela fica aberta em cima do toalete, visível e à mão. Qualquer um pode enxergá-las e se divertir, já que existem um bocado de crianças brincando, sorrisos e abraços. Muitos pores e nasceres de sol. As diversas constelações estão soltas e brilhando dentro da caixa. Tem até a lua em suas quatro fases. É um espetáculo de cores, sons e imagens. Minha caixa especial pode não ser imensa, mas tudo está bem organizado, equilibrado, perfeito e em miniaturas.


(Dividindo meu diário secreto)
quarta-feira, maio 19, 2010

Porque eu sei que é amor....

Apesar da cara feia e distorcida de alguns dias, desejo que ao menos as outras pessoas estejam amando e sendo amadas. E que elas me encontrem, pois bastam algumas pessoas felizes, para transformarem até o meu dia azedo em doce. O amor é o único que pode fazer com que tenhamos em um dia motivos para sermos felizes para sempre.
segunda-feira, maio 17, 2010

Teste para saber qual o seu estilo

17/05/2010 09h29 - Atualizado em 17/05/2010 09h46
Descubra seu estilo pessoal
Nem sempre aquilo que vestimos reflete exatamente o estilo pessoal que temos. Um teste foi criado para identificar de forma rápida os desejos e sensações que nem sempre são expressos no look que escolhemos vestir.
imprimir Ao observar as pessoas na rua, podemos suspeitar o estilo pessoal de cada um, mas através de um teste especial podemos identificar com mais clareza. O teste foi criado especialmente para identificar de forma rápida os desejos e sensações que nem sempre são expressos no look que escolhemos vestir.

Existem 8 diferentes estilos para as mulheres – ESPORTIVO, TRADICIONAL, ELEGANTE CONTEMPORÂNEO, SEXY, FEMININO ROMÂNTICO, DRAMÁTICO, MODERNO E CRIATIVO.

E 7 diferentes estilos para os homens – ESPORTIVO, TRADICIONAL, ELEGANTE CONTEMPORÂNEIO, SEXY, DRAMÁTICO, MODERNO E CRIATIVO.

Cada um possui um estilo predominante. O Jornal Hoje convida você a responder algumas questões e conhecer um pouco mais sobre o seu Estilo Pessoal Predominante. É uma forma de você tornar o seu guarda-roupa e o seu visual ainda mais afinado ao seu jeito de ser.

TESTE DE ESTILO PESSOAL PREDOMINANTE

ASSINALE UMA RESPOSTA PARA CADA PERGUNTA:

1. O seu Estilo Pessoal Predominante se revela nas escolhas de combinações de cores. Pensando no seu dia-a-dia, quais são as suas combinações de cores favoritas?

a) combinações simples; não gosto de perder tempo pensando em combinações.

b) combinações bem certinhas; gosto de combinar tudo ao máximo.

c) combinações de tons diferentes de uma mesma cor; gosto de escolher uma cor e variar as diferentes tonalidades dela em roupas e sapatos.

d) combinações delicadas em cores suaves, pois não gosto de grandes contrastes.

e) combino só o que valoriza o meu corpo, pois gosto de ver meu corpo bonito.

f) não tenho preferência de combinações, cada dia combino de um jeito conforme o meu estado de espírito.

g) faço as combinações da moda, gosto de seguir as tendências.

h) faço combinações que chamem a atenção, pois gosto de grandes contrastantes.

2. O seu Estilo Pessoal Predominante também se revela na hora da compra! Como você gosta de fazer as suas compras?

a) compro quando preciso, não gosto de perder tempo, gosto de facilidades.

b) faço compras planejadas, gosto de qualidade e espero até encontrar o perfeito.

c) compro pensando em atualizar o que já tenho, gosto de qualidade e atualidade.

d) adoro ir às compras, compro por prazer e adoro tudo que tenha muitos detalhes.

e) adoro comprar peças que valorizam o meu corpo independente da moda.

f) adoro lugares alternativos, brechós, feiras de artesanato, pois adoro o incomum.

g) compro o que está nas vitrines, nas novelas, nas revistas, adoro lançamentos.

h) compro só o que me chama a atenção, independente da moda, gosto do efeito.

3. O Seu Estilo Pessoal Predominante se revela nas características do tecido das suas roupas. Você escolhe certos tecidos principalmente porque eles...

a) são fáceis de cuidar.

b) são de excelente qualidade.

c) são sofisticados.

d) são delicados.

e) são perfeitos no corpo.

f) são interessantes.

g) são atuais.

h) causam um efeito poderoso.

4. O Seu Estilo Pessoal Predominante se revela na roupa que você mais gosta de usar no dia-a-dia. Como é a sua roupa preferida?

a) prática.

b) atemporal.

c) clássica renovada.

d) repleta de detalhes delicados.

e) se ajusta perfeitamente no meu corpo.

f) diferente.

g) o último lançamento da estação.

h) impactante.

5. O Seu Estilo Pessoal Predominante também se revela nos seus acessórios (bolsas, pastas, carteiras, cintos, colares, brincos, pulseiras, anéis, óculos de sol, óculos de grau, gravata, lenços, echarpes). Então, se você tivesse que mencionar uma característica para os seus acessórios, você diria que eles são em sua maioria...

a) simples.

b) clássico.

c) notável.

d) delicado.

e) insinuante.

f) diferente.

g) atual.

h) impactante.

6. O Seu Estilo Pessoal Predominante se revela também nos calçados que você mais gosta de vestir. Como são seus sapatos preferidos?

a) são essencialmente confortáveis.

b) são essencialmente duráveis.

c) são essencialmente sofisticados.

d) são essencialmente mimosos.

e) são essencialmente perfeitos para o meu corpo lindo.

f) são essencialmente diferentes.

g) são essencialmente lançamentos.

h) são essencialmente divertidos.

7. O Seu Estilo Pessoal Predominante também se revela na forma como você cuida do nosso Planeta. Então pergunto: como você cuida do nosso Planeta através das atitudes com o seu guarda-roupa?

a) costumo ter pouca roupa e uso muito tudo o que tenho, ajudo o Planeta assim.

b) dou atenção à qualidade e à durabilidade das peças, ajudo o Planeta assim.

c) gosto de atualizar, então, quando compro algo novo, faço doações de boas peças.

d) gosto de detalhes, assim, reciclo usando as mesmas peças de forma diferente.

e) procuro manter o meu corpo equilibrado para vestir bem tudo o que tenho.

f) compro em feirinhas, brechós, invento formas de disfarçar o velho ou o manchado costurando minhas roupas ou fazendo pequenas reformas, atualizando tudo.

g) preciso estar com a última tendência, então faço muitas doações ao longo do ano porque compro sempre muito.

h) cuido de tudo o que tenho porque é raro encontrar as peças exóticas que possuo.



RESPOSTAS:

VERIFIQUE QUAL A LETRA QUE VOCÊ MAIS MARCOU – ELA CORRESPONDE AO SEU ESTILO PESSOAL PREDOMINANTE (VÁLIDO PARA HOMENS E MULHERES):

LETRA A = ESTILO ESPORTIVO

LETRA B = ESTILO TRADICIONAL

LETRA C = ESTILO ELEGANTE CONTEMPORÂNEO

LETRA D = ESTILO FEMININO ROMÂNTICO

LETRA E = ESTILO SEXY

LETRA F = ESTILO CRIATIVO

LETRA G = ESTILO MODERNO

LETRA H = ESTILO DRAMÁTICO



CONHEÇA UM POUCO SOBRE O SEU ESTILO PREDOMINANTE:

ESTILO ESPORTIVO. A mensagem básica do estilo: CASUAL. A palavra-chave: CONFORTO. Peça essencial: uma boa camiseta, mas também pode ser um bom jeans. Tecidos: algodão, linho, nylon, veludo , fibras naturais, tecidos sem brilho. Cores: cores primárias e combinações simples. Sapatos: sempre confortáveis, de salto baixos, saltos grossos, solado de borracha, linha confort. Bolsas e pastas: mochilas, alças cruzadas no corpo, sacos, bolsas grandes que cabem tudo, a idéia é sempre de praticidade. Acessórios: são simples, nada ostensivos.

ESTILO TRADICIONAL. A mensagem do estilo tradicional é: CONSERVADORISMO. A palavra-chave é: ATEMPORALIDADE. Peça essencial: blazer clássico. Tecidos: sedas, caxemira, crepes, gabardines. Cores: combinações sóbrias - marinho, cinza, bege e preto. Sapatos: tradicional, de couro, de excelente qualidade. Bolsas e pastas: estruturadas, de mão. Acessórios: sempre de excelente qualidade; a idéia e tudo para durar muito tempo.

ESTILO ELEGANTE. A mensagem é: REFINAMENTO. Palavra-chave: SOFISTICAÇÃO. Peça essencial: camisa branca. Tecidos: algodão natural, cetim, xantungue de seda, seda pura, microfibra, crepe. Cores: combinações de baixo contraste - cinza, bege, branco, marinho, vermelho escuro, preto com branco. Sapatos: tradicionais com um toque de atualidade, bicolor. Bolsas e Pastas: estruturada, funcional, de qualidade, tamanho médio. Acessórios: sempre com um toque notável.

ESTILO SEXY. A mensagem é: valorizar o corpo. Palavra-chave: INSINUAR. Peça essencial: jaqueta de couro e salto alto. Tecidos: tudo que valorize o corpo e que o deixe em evidência - lycra, brilho, materiais em couro e vernizes. Cores: preto, branco, pink, turquesa, dourado, prateado, bronze, verde, vermelho forte, marrom. Sapatos: tudo que deixe o corpo bonito, saltos altíssimos e pontas. Bolsas e Pastas: tudo que se molde bem ao corpo, molengas, nada estruturadas. Acessórios: sempre com um toque de exagero e que valorize o corpo.

ESTILO FEMININO ROMÂNTICO. A mensagem é: AMABILIDADE. Palavra-chave: DELICADEZA. Peça essencial: colar de perola. Tecidos: algodão, sedas, crepe georgette, microfibra. Cores: combinações de baixo contraste, monocromática, tons de rosa, beges, azul clarinho, verde clarinho. Sapatos: tudo com muitos detalhes e variados modelos. Bolsas: de tecidos, bordadas, de alças longas e de tamanho pequeno. Acessórios: tudo muito tipicamente feminino – laços e flores.

ESTILO DRAMÁTICO. A mensagem: CHAMAR A ATENÇÃO SEM O APELO SEXUAL. Palavra-chave: TEATRALIDADE. Peça essencial: qualquer coisa que cause um efeito. Tecidos: não há nenhuma preferência, usa tudo. Cores: grandes contrates para chamar atenção. Sapatos: criativos e ousados. Bolsas e Pastas: enormes - com ou sem detalhes, molengas ou estruturadas. Acessórios: tudo impactante, diferente, que tenha algo de inusitado.

ESTILO CRIATIVO. A mensagem: USA O QUE SENTE VONTADE CONFORME O HUMOR DO DIA. Palavra-chave: ORIGINALIDADE. Peça essencial: depende do dia, ora! Tecidos: varia conforme o desejo e que ofereça a mistura inusitada. Cores: não se prende a nenhuma cor, gosta da liberdade, mistura tudo! Sapatos: temáticos, étnicos. Bolsas e Pastas: vale tudo! Acessórios: tem sempre um toque exótico, pode ser étnicos e vintages.

ESTILO MODERNO. A mensagem: FASHIONISTA, MUDANÇA CONSTANTE. Palavra-chave: ATUALIDADE. Peça essencial: tudo o que está na vitrine e nas revistas de moda. Tecidos: a tendência do momento. Cores: tudo o que a moda pedir no momento. Sapatos, Bolsas, Pastas e Acessórios: absolutamente tudo o que a moda e a tendência pedir para o momento!
quinta-feira, maio 06, 2010

"Começaria Tudo Outra Vez"

Cometi todos os erros e vários acertos
Busquei a solidão junto da multidão
Atravessei continentes a nado
Cansei e busquei refrigério lutando sem parar
Ultrapassei os limites impostos
Detive-me quando devia prosseguir
Realizei o que me foi permitido
E permiti-me, sem imposição
Andei por abismos e abismei nos lodaçais
Limpei-me com as areias do mar
E sai purificada
Não segui regras
A não ser as minhas
Não me sinto vencida e nem vencedora
Sinto-me viva
E isso é mais do que sente alguns
Se me fosse concedido começar de novo
Com certeza cometeria erros e acertos
A vida é um amontoado deles
Não importa quando se começa
No final teremos feito tudo do nosso próprio jeito.
terça-feira, maio 04, 2010

Permanecer a todo custo....

Quero apenas ficar na sua mente
Bailar com os pés metidos em meias brancas
Quero estar no seu pensamento
Até enquanto escovas os dentes
Permanecer contigo, enquanto bebes o café
Quero que me vejas pulando, para sair da xícara
E pular em seu pescoço
Para te dar milhares de beijinhos de bom dia
Quero ficar o tempo todo entre você e a porta de entrada.
Cada vez que sua mão segurar a maçaneta, ela se lembrará de mim
E sentirá vontade de voltar correndo, para tocar minha porta.
Sinto esse amor que quer brincar, mesmo sofrendo?
De onde me vêm à força, que me faz desejar seu amor?
Quando eu sei, não bailo em sua mente e pensamentos.
Nem ao menos bebes mais café
E a porta que abristes foi a de saída
domingo, maio 02, 2010

Coisa de maluco

Olhando para fora da janela do carro em alta velocidade posso ver minha vida correndo diante dos meus olhos. Como filme que se acelera. E vejo-me deitada com a cabeça, sobre os braços, numa entrega livre de ilusões, sonhos ou planos. Como se tivesse chegado ao fim e não tivesse descoberto o porquê de minha vinda até aqui!
E enquanto estou dentro do carro, estou lá fora em milhares de posições e numa atividade febricitante, e encontro-me deitada sobre os braços. Que visão mais absurda e porque me incomoda tanto, se nenhuma delas é real. Real sou eu sentada aqui na velha cadeira branca amarelada, de frente ao mesmo velho note book. Onde o carro? Onde as cenas que digo ver? Onde eu deitada sobre meus braços? Essa sim foi à última cena que acabei de viver... E que acabou desencadeando toda esta falação, meio que sem sentido. E que de real somente a sensação de que não descobri ainda o significado de ter vindo a esse mundo. Inegavelmente maravilhoso, mas que tenho eu a ver com ele?
Não há em mim traço algum de desilusão, posso garantir. Mas não há também ilusões, nem sonhos e planos e a isso posso dizer estraga um pouco o meu dia. Ainda bem que não terei que fazer caras e bocas para ninguém. Estou a salvo pra ser destituída de alegria e sorriso falso, por mais ou menos uns quarenta e cinco minutos. Portanto tenho que aproveitar e tentar tirar de dentro de mim, a resposta da minha vinda. Não acho que viria de boba, por casualidade, por acidente, por descuido. Tem que ter uma razão lógica!
Pior mesmo é que estou precisando de um guru, ou de um sábio, ou quem sabe de alguém que me conheça muito bem e possa me dar resposta, pois dentro de mim, só há silencio. Para essa pergunta a resposta tem que ser externa com certeza.
Talvez eu tenha vindo somente para ser indagação e não conformismo. Quem sabe esse tenha sido o objetivo de me enviarem a terra. Para ser o desequilíbrio e o rebaixamento do prato da balança da justiça. Essa pode ser minha única utilidade nesse planeta magnífico. E isso já deve servir para alguma coisa. Cada um tem suas funções, umas mais nobres, outras não tão nobres assim. Minha função não é algo que eu mesma possa pensar seja de grande utilidade para a humanidade. Mas o desequilíbrio é necessário também, pois ele é que expõe os mais nobres.
Nem vou reler, pois mudaria tudo, ou apagaria, já que até a mim soa como coisa de maluco, mas os malucos precisam se expressar também. Os sãos e sábios que evitem ler e se acaso, chegaram até aqui, então são tão malucos quanto eu... Estamos em casa.
sábado, maio 01, 2010

Uma Mulher

Uma mulher caminha nua pelo quarto
é lenta como a luz daquela estrela
é tão secreta uma mulher que ao vê-la
nua no quarto pouco se sabe dela
a cor da pele, dos pêlos, o cabelo
o modo de pisar, algumas marcas
a curva arredondada de suas ancas
a parte onde a carne é mais branca
uma mulher é feita de mistérios
tudo se esconde: os sonhos, as axilas, a vagina
ela envelhece e esconde uma menina
que permanece onde ela está agora
o homem que descobre uma mulher
será sempre o primeiro a ver a aurora.

De: Bruna Lombardi

MARAVILHOSO!
Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

Total de visualizações

About Me

Minha foto
Mulheres em Trânsito
Sou alguem que aprendeu enfim a penetrar na profundidade do meu eu. Tenho descoberto diversos tesouros escondidos Coisas que quis ser e não fui. Como ainda respiro, provando estar viva, vou ser o que quero ser. Não sei se isso explica quem sou eu. Pois nem que eu usasse os 1200 caracteres permitidos, conseguiria dizer quem sou eu. Sou criança ainda estou aprendendo.
Visualizar meu perfil completo

Minha lista de blogs

Seguidores